Trizteza.com

Tudo sobre tecnologia, games, animes e entretenimento para você.

Trizteza.com

Oportunidades

BTC

Um usuário português resolveu criar um novo experimento utilizando uma caixa de papelão e a Lightning Network do bitcoin. O objetivo era transformar centavos de euro em bitcoin em poucos segundos.

A criação foi apresentada pela primeira vez na conferência Baltic Honeybadger. O homem por trás dela é um desenvolvedor português com apelido no twitter de @21isenough, que preferiu se manter anônimo.

De acordo com reportagem do Decrypt, a máquina aceita até seis tipos de moedas. Um usuário insere as moedas na máquina, aperta um botão na interface e o processo de troca é iniciado.

Um código QR é gerado em um smartphone para ser lido pela câmera do caixa eletrônico, gerando uma transação na Lightning Network e convertendo automaticamente os centavos em bitcoin.

“A Lightning Network é uma tecnologia brilhante e eu queria torná-la mais tangível”, disso o português em entrevista à reportagem. “Com este caixa eletrônico, você compra literalmente bitcoin por uma moeda de 2 centavos – ou seja, cerca de 200 satoshis – e o recebe em sua Lightning Wallet.”

Para o desenvolvedor, caixas eletrônicos usando a tecnologia da Lightning Network serão o futuro do bitcoin. “Pode haver um mercado em que lojas de esquina, cafeterias, lanchonetes têm esses caixas eletrônicos nos balcões”, disse ele. “Eles podem ser esvaziados diariamente, ou a cada hora, se necessário, e usados ​​novamente pelos lojistas para o registro.”

O software do caixa eletrônico é executado no Raspberry Pi. O desenvolvedor enviou uma lista completa de peças e código para o portal de desenvolvedores GitHub, mas ele admite que, neste momento, “é preciso ser bastante técnico para reconstruí-lo”.

BTC

Como próximo passo, o desenvolvedor pretende melhorar o design para que qualquer um consiga usar e criar esse projeto. Para isso, ele pretende usar uma placa de circuito impresso que a tornaria uma solução plug and play “mesmo para iniciantes, e muito mais fácil de configurar”.

Fonte: https://portaldobitcoin.com/portugues-cria-caixa-eletronico-de-bitcoin-de-papelao-veja-como-funciona/

A Fundação Stellar vai distribuir 2 bilhões de sua criptomoeda, XLM, a usuários da rede social Keybase. De acordo com um comunicado na segunda-feira (09), o airdrop, avaliado em cerca de US$ 120 milhões (R$ 500 milhões), começa no dia 15 de outubro vai durar 20 meses com a distribuição a cada quinze dias.

Segundo a Coindesk, a Stellar e a Keybase trabalham juntas há algum tempo, onde começou com um investimento da Stellar em março de 2018, grande o suficiente para fechar a rodada de financiamento da Série B da Keybase.

Lumens

O Grande Airdrop Estelar: 2 bilhões de lúmens para todos - Isso vale cerca de US$ 120 milhões de dólares. Na Keybase, usamos a rede criptografia Stellar pois ela é nossa tecnologia de criptomoeda favorita.

As transações levam apenas 5 segundos - As transações custam uma pequena fração de um centavo - Stellar não queima montanhas de combustíveis fósseis (veja Ethereum ou Bitcoin). Adoramos o sistema de "pagamentos por caminho" da Stellar, onde uma pessoa pode enviar um token ou moeda para outro usuário, transformando-o magicamente em um token diferente no processo.

O último ponto é especial, pois o Stellar lida com moedas! Eu tenho dólares americanos e você quer ienes japoneses? Não tem problema - cinco segundos depois, enviei ienes para todo o mundo.

Como um presente surpresa, a Fundação Stellar enviou incriveis 100 milhões de lúmens, no valor de US$ 5 milhões, para 300.000 usuários do Keybase. Existem muitos tokens diferentes no Stellar, mas os Lumens são o token nativo do Stellar e a mesma quer que pessoas reais do mundo os tenham.

airdrop

Esta oferta surpresa será traduzida em algo em torno de $19,77 USD em Lumens para cada usuário ativo do Keybase. Mas isso é apenas o começo. A Fundação Stellar está distribuindo 100 milhões de lúmens no próximo mês. E no mês seguinte. No total, eles estão distribuindo 2 bilhões de lúmens (aproximadamente US$ 118 milhões) usando o Keybase nos próximos 20 meses. No dia 15 de cada mês (a partir de 15 de outubro de 2019), a Fundação Stellar fornecerá o próximo lote, dividido igualmente entre todos.

Aqueles que ingressarem agora participarão todos os meses até o final. Assim, as pessoas que ingressarem mais cedo receberão mais. Para se qualificar: você deve ter uma conta Keybase registrada antes deste anúncio. Mas se você é novo no Keybase, deve conectar sua conta Keybase a uma conta GitHub ou HackerNews que foi registrada antes deste anúncio. Isso é para evitar inscrições de bot no Keybase.

E o que é Keybase?

O Keybase é uma alternativa segura e gratuita ao Slack, WhatsApp, Telegram e outros aplicativos de bate-papo. Ele suporta grupos grandes e pequenos, comunidades e equipes. Dentro do Keybase, todos os chats são criptografados de ponta a ponta. Imagine se alguém invadisse os servidores do Slack e roubasse e publicasse as mensagens da sua empresa ou família? Seria devastador. A criptografia do Keybase torna impossível a invasão da nuvem.

keybase.io

E como o Keybase é desenvolvido com tecnologia de chave pública, ele também pode entender criptomoedas. Então, tudo o que você precisa fazer é instalar o aplicativo e você pode se registrar gratuitamente no Lumens.

Acesse aqui para registrar-se: https://keybase.io/a/i/r/d/r/o/p/spacedrop2019

Dogecoin (código: DOGE, simbolo: Ð e D) é uma criptomoeda que possui como logo o cachorro Shiba Inu. Foi introduzida inicialmente como uma "moeda piada" em 06 de dezembro de 2013, e a Dogecoin desenvolveu rapidamente sua própria comunidade on-line e alcançou uma capitalização de US $ 60 milhões em janeiro de 2014.

Em comparação com as outras criptomoedas, a Dogecoin teve um rápido crescimento, conseguindo 100 milhões de moedas em circulação até meados de 2015, com um adicional de 5,256 bilhões de moedas todos os anos depois. Em 30 de junho de 2015 100 bilhões de Dogecoins já haviam sido minerados. Embora existam poucas aplicações comerciais tradicionais, a moeda ganhou força como um sistema de gorjetas na Internet, no qual os usuários de mídia social concedem dicas à Dogecoin para outros usuários por fornecer conteúdo interessante ou digno de nota. Dogecoin é referido como um altcoin.

doge

As principais carteiras para armazenar esta criptomoeda são: Ledger Nano S, KeepKey (ambas carteiras de software), Jaxx, Coinomi e a Dogecoin Wallet. A Dogecoin Wallet é a carteira oficial da moeda Dogecoin e tem disponível uma versão leve que é muito rápida a sincronizar. Também existe uma versão completa que demora mais tempo a sincronizar e ocupa mais espaço, mas tem a grande vantagem de você poder minerar a moeda.

O Dogecoin (Doge), tem contrariando a tendência negativa do mercado das criptomoedas, visto já ter disparado mais de 140% nas últimas duas semanas.

Entre as 100 principais criptomoedas, o Doge registrou o crescimento mais excepcional, com um aumento de 41% nas últimas 24 horas, segundo a coin360. A altcoin Dogecoin registrou uma alta significativa desde de agosto, um gigantesco aumento de 135% nos últimos três dias.

Algumas criptomoedas, tem um processo de arquivamento e criação de novas moedas que chamamos de mineração. Neste processo é criado um novo bloco de transações e adicionado ao final do Blockchain, onde todo o histórico está registrado.

A questão aqui é o algoritmo de consenso (Consenso Distribuído), que se refere ao problema dos sistemas decentralizados de como chegar a um resultado único que será aceito por todos.

Há moedas que usam o PoW (Proof of Work ou Prova de trabalho), outras usam o PoS (Proof of Stake ou Prova de Participação) e outras usam o PoC (Proof of Capacity ou Prova de Capacidade). Há outras que usam uma combinação destes acima.

PoW (Proof of Work ou Prova de trabalho)

A forma de mineração mais conhecida é o PoW, usado no Bitcoin. O processo envolve tomar a Função Hash Criptografada (no caso do Bitcoin é usado o algoritmo SHA-256) do último bloco do Blockchain, adicionar novas transações e resolver uma nova função criptografada. Resolver a função seria o trabalho, daí o nome PoW, Prova de Trabalho.

É fácil verificar se o resultado da função é correto, porém muito difícil, quase impossível de resolver, portanto resta chutar até acertar. Assim, inicialmente eram usados a força computacional do CPU (Central Processing Unit) para as tentativas, e mais tarde foram usadas GPU (Graphic Processing Unit). Hoje em dia se usam equipamentos mais sofisticados chamados ASIC (Application-specific Integrated Circuit) desenvolvidos especificamente para este fim.

Quem resolver a função será o criador do próximo bloco e receberá uma recompensa além das taxas inclusas nas transações processadas no mesmo. Assim que um bloco for resolvido e aceito pela rede descentralizada começa a corrida pelo próximo bloco.

O PoW é muito criticado devido ao alto consumo de energia. Mas devido a dificuldade deste processo, é sem dúvida alguma a Blockchain mais segura.

Veja uma instalação caseira para a mineração:

Abaixo uma imagem de uma fazenda sofisticada de mineração:

Exemplos de moedas que usam o PoW, são: BTC, LTC, ETC, ETH* (ETH está previsto de mudar de PoW para PoS)

PoS (Proof of Stake ou Prova de Participação)

A forma de mineração PoS usa um sorteio aleatório para decidir quem será o criador do próximo bloco. Nesse modelo o potencial criador já deve contar com ativos na moeda específica e quem tiver mais moedas tem mais chances de ser o criador/sorteado.

No PoS este processo é chamado de bloco forjado e não minado como no caso de PoW.

Há diferentes moedas que usam este algoritmo de consenso e diversas formas de PoS também. Em algumas o rateio de novas moedas é feito de forma proporcional as moedas existentes, em outras todas as moedas foram pré-criadas assim cada bloco novo não dá recompensa, o criador apenas recebe as taxas das transações processadas naquele bloco.

Comparado ao PoW o PoS é muito mais eficiente em termos de consumo de energia, uma vez que não exige força computacional para a resolução do algoritmo.

Exemplos de moedas que usam o PoS, são: NXT, BLK, PIVX

PoC (Proof of Capacity ou Prova de Capacidade)

Por fim existe a forma de mineração PoC, muito menos conhecida e utilizada, neste caso é usado espaço no HD do minerador como prova de capacidade. É semelhante ao PoS por ser um sorteio, porém nesse caso quanto mais espaço no HD disponível maior a chance de ser o criador do próximo bloco. Como usa muito pouca energia é considerado a opção mais verde entre as três.

Um exemplo de moeda que usa o PoC é a BURST.

Fonte: https://medium.com/@eduardo.domc/formas-de-minera%C3%A7%C3%A3o-e-diferen%C3%A7a-entre-pow-pos-poc-22a3881195b5

Concensus é uma plataforma de código aberto, formada por uma inteligência artificial descentralizada, construída partir de uma criptomoeda (SEN) e com uma visão de melhorar os mecanismos de governança no nível de estruturas organizacionais.

Quando completa, a IA da Consensus vai ser capaz de oferecer soluções automatizadas para os problemas mais complexos de coexistência coletiva através da modelação de resultados para cada situação e mudança proposta.

A missão da Consensus é alcançar governança coletiva baseada na interdependência usando tecnologias avançadas.

À medida que o mundo está ficando cada vez mais complexo, os mecanismos de governança atualmente em uso estão se tornando rapidamente desatualizados e inadequados para a complexidade social e ambiental em evolução. Isso nos apresentará serias limitações no futuro próximo, a menos que novos frameworks sejam desenvolvidos e implantados.

O consenso acredita que, no futuro próximo, os sistemas econômicos e governamentais mudarão significativamente. Com a introdução e a evolução das identidades eletrônicas emitidas pelo estado e das moedas descentralizadas baseadas em criptografia, os governos terão que adotar novas formas de interagir com os cidadãos, incluindo a coleta e processamento de feedback político, coleta de impostos e distribuição de serviços, resolvendo o meio ambiente questões, gerenciamento de relações interestaduais e muitos outros assuntos.

O consenso visa construir novos sistemas que abordem esses desafios futuros e permitirão uma governança coletiva efetiva com base na crescente interdependência e na interconectividade de questões que utilizam tecnologias avançadas.

Para participar do airdrop e receber seus tokens basta clicar no link a seguir: http://firedoge.com/1f459 e registrar seu e-mail no canto superior direito clicando em Sign in.

Ao se cadastrar, você receberá um email com um link. Para ganhar os tokens, você precisará se conectar com o seu twitter para ganhar 400 tokens e mais 200 tokens ao seguir a Consensus. Eles também estão dando 200 tokens extras para quem participar do grupo no telegram.

Comentários