Trizteza.com

Tudo sobre tecnologia, games, animes e entretenimento para você.

Manga foi reconhecido nesta segunda-feira como a mais publicada do mundo. Lançada em 1997 no Japão, série já rendeu 77 volumes até hoje.

A bem-sucedida e longeva série de manga japonês "One piece" foi reconhecida nesta segunda-feira (15) pelo Guinness, o Livro dos Recordes, como o manga mais publicado do mundo.

A casa Shueisha, editora da série, já publicou 320,866 milhões de exemplares dos 77 volumes da série.

"One piece", escrita e desenhada por Eiichiro Oda, foi lançado em julho de 1997 nas páginas da revista "Weekly Shonen Jump", também da Shueisha, que começou a compilar a série em formato "tankobon" (individual) em dezembro daquele mesmo ano.

O último destes "tankobon", número 77, foi publicado no Japão em 3 de abril com o titulo "Smile" ("Sorria").

O certificado do recorde foi entregue em cerimônia hoje em Tóquio ao editor-chefe da "Weekly Shonen Jump", Yoshihisa Heishi, que o recebeu em nome de Ode.

"One Piece" se centra na história do jovem Monkey D. Luffy e seus companheiros dos "Piratas do Chapéu de Palha ", que percorrem os mares de um mundo imaginário em procura do tesouro "One Piece".

One Piece Guinness Book

Fonte: G1.globo.com

A Japan Anniversary Association (associação de datas comemorativas do Japão) reconheceu o dia 9 de maio como "Dia do Goku" após soliciatação da Toei, distribuidora do desenho. A escolha se deve a uma coincidência com a pronúncia japonesa dos números 5 ("go") e 9 ("ku").

A divulgação aconteceu no sábado, quando a atriz que fez a voz de Goku, Masako Nozawa, compareceu a uma sessão do filme recém-lançado no Japão Dragon Ball Z: Ressurection 'F'. A atriz, que também interpretou Gohan e Goten na série, recebeu no evento um buquê com 59 cravos em homenagem ao dia das mães.

Além do dia do Goku, a Japan Anniversary Association reconhece também o dia de Star Wars (4 de maio), o dia do Exterminador do Futuro em 25 de maio, dia da Salada Caesar em 4 de julho e dia do Queen (a banda de rock) em 17 de abril.

Fonte: Olhardigital.uol.com.br

Comentários