Trizteza.com

Tudo sobre tecnologia, games, animes e entretenimento para você.

Formas de Mineração e Diferença entre: PoW, PoS, PoC

Algumas criptomoedas, tem um processo de arquivamento e criação de novas moedas que chamamos de mineração. Neste processo é criado um novo bloco de transações e adicionado ao final do Blockchain, onde todo o histórico está registrado.

A questão aqui é o algoritmo de consenso (Consenso Distribuído), que se refere ao problema dos sistemas decentralizados de como chegar a um resultado único que será aceito por todos.

Há moedas que usam o PoW (Proof of Work ou Prova de trabalho), outras usam o PoS (Proof of Stake ou Prova de Participação) e outras usam o PoC (Proof of Capacity ou Prova de Capacidade). Há outras que usam uma combinação destes acima.

PoW (Proof of Work ou Prova de trabalho)

A forma de mineração mais conhecida é o PoW, usado no Bitcoin. O processo envolve tomar a Função Hash Criptografada (no caso do Bitcoin é usado o algoritmo SHA-256) do último bloco do Blockchain, adicionar novas transações e resolver uma nova função criptografada. Resolver a função seria o trabalho, daí o nome PoW, Prova de Trabalho.

É fácil verificar se o resultado da função é correto, porém muito difícil, quase impossível de resolver, portanto resta chutar até acertar. Assim, inicialmente eram usados a força computacional do CPU (Central Processing Unit) para as tentativas, e mais tarde foram usadas GPU (Graphic Processing Unit). Hoje em dia se usam equipamentos mais sofisticados chamados ASIC (Application-specific Integrated Circuit) desenvolvidos especificamente para este fim.

Quem resolver a função será o criador do próximo bloco e receberá uma recompensa além das taxas inclusas nas transações processadas no mesmo. Assim que um bloco for resolvido e aceito pela rede descentralizada começa a corrida pelo próximo bloco.

O PoW é muito criticado devido ao alto consumo de energia. Mas devido a dificuldade deste processo, é sem dúvida alguma a Blockchain mais segura.

Veja uma instalação caseira para a mineração:

Abaixo uma imagem de uma fazenda sofisticada de mineração:

Exemplos de moedas que usam o PoW, são: BTC, LTC, ETC, ETH* (ETH está previsto de mudar de PoW para PoS)

PoS (Proof of Stake ou Prova de Participação)

A forma de mineração PoS usa um sorteio aleatório para decidir quem será o criador do próximo bloco. Nesse modelo o potencial criador já deve contar com ativos na moeda específica e quem tiver mais moedas tem mais chances de ser o criador/sorteado.

No PoS este processo é chamado de bloco forjado e não minado como no caso de PoW.

Há diferentes moedas que usam este algoritmo de consenso e diversas formas de PoS também. Em algumas o rateio de novas moedas é feito de forma proporcional as moedas existentes, em outras todas as moedas foram pré-criadas assim cada bloco novo não dá recompensa, o criador apenas recebe as taxas das transações processadas naquele bloco.

Comparado ao PoW o PoS é muito mais eficiente em termos de consumo de energia, uma vez que não exige força computacional para a resolução do algoritmo.

Exemplos de moedas que usam o PoS, são: NXT, BLK, PIVX

PoC (Proof of Capacity ou Prova de Capacidade)

Por fim existe a forma de mineração PoC, muito menos conhecida e utilizada, neste caso é usado espaço no HD do minerador como prova de capacidade. É semelhante ao PoS por ser um sorteio, porém nesse caso quanto mais espaço no HD disponível maior a chance de ser o criador do próximo bloco. Como usa muito pouca energia é considerado a opção mais verde entre as três.

Um exemplo de moeda que usa o PoC é a BURST.

Fonte: https://medium.com/@eduardo.domc/formas-de-minera%C3%A7%C3%A3o-e-diferen%C3%A7a-entre-pow-pos-poc-22a3881195b5

Comentários