Trizteza.com

Tudo sobre tecnologia, games, animes e entretenimento para você.

BIP 148 e UASF?! Veja o que pode acontecer em 1 de agosto!

Há uma grande possibilidade do Bitcoin passar por uma divisão da Blockchain no dia 1º de agosto de 2017. Uma parte da comunidade Bitcoin comprometeu-se a ativar o tal soft-fork, ou “User Activated Soft Fork (UASF)” conforme descrito na Proposta de Melhoria do Bitcoin 148 (BIP 148). Especificamente, eles rejeitaram o fork que não seja o Segregated Witness (SegWit), a peça central do roteiro de escalabilidade do Bitcoin Core.

No meio de diversas discussões sobre este assunto, o usuário iniciante pode estar perdido ao ver comentários sobre:

1. Segwit
2. UASF
3. BIP148

O que é o UASF?

UASF significa "User Activate Soft Fork" é um mecanismo em que o tempo de ativação de um soft fork ocorre de modo forçado pelos Full Nodes (Nós da rede que rodam o Blockchain em sua totalidade) numa data específica. É um conceito relacionado a majoridade econômica. Um UASF requer muito apoio e coordenação, é uma boa prática para um eventual hard fork em que se requer muito mais atenção ainda (Para não acontecer um split no Blockchain). No passado, um UASF foi realizado com sucesso para ativação do P2SH soft fork (BIP 16), que possibilitou uma padronização do script e algumas regras de validação de cada de transação.

O que é o BIP 148?

O BIP é um "Bitcoin Improvement Proposal". É um processo usado para propor atualizações na rede. Existem várias propostas de melhoria, em particular, o BIP 148, promove um UASF forçando a ativação do SegWit em uma determinada data entre 1º de agosto até 15 de Novembro de 2017. Os blocos da rede que não fizerem a atualização começarão a ser rejeitados.

É importante entender que o UASF é diferente do MASF. O MASF é entendido como "Miner Activated Soft Fork". É um mecanismo no qual os mineradores sinalizam a ativação de um soft fork para ocorrer a atualização da rede. Isso permite uma atualização relativamente rápida de um Soft Fork, deixando com que os Full nodes atualizem posteriormente. Na verdade, no MASF, quanto mais "Hash Power", poder de mineração, maior o peso na contribuição da sinalização para um soft fork. Este método já foi usado para ativar o BIP 65 e o BIP 112 com sucesso.

Se a maioria dos mineradores (pela quantidade de hash) não sinalizar suporte para o SegWit em 1º de agosto, mas pelo menos alguns fizerem, a blockchain do Bitcoin será dividida em dois. Nesse caso, haveria dois tipos de tokens do Bitcoin, um que manterá as mesma características atuais e o outro com as novas características do BIP 148. *(Chamaremos de “BTC 148” e “BTC Legacy”, para melhor entendimento ao decorrer do artigo)

A boa notícia é que cada Bitcoin seria copiado para ambas as blockchains. Ou seja, se você estiver com 5 Bitcoins no momento da divisão, você terá 5 “BTC 148” e 5 “Legacy BTC” após a divisão. O mesmo vale para qualquer quantidade de bitcoin que você estiver.

A preparação para o risco disruptivo que a ativação UASF trará para rede bitcoin, é vista como necessária. A decisão pode se apresentar conservadora e tinha como intuito levar a paz dentro da comunidade Bitcoin em uma alternativa de escalonamento simples, mas que atingiria todas as áreas. Se de alguma forma, nada puder impedir uma divisão da cadeia, eles pretendem estar mais preparados do que nunca.

Além disso, cerca de 22 empresas baseadas em Bitcoin, como a Coinkite, a Trezor, a Bitpay e outras, declararam publicamente que também apoiarão o BIP 148. No entanto, os mineiros também estarão envolvidos no processo, como afirma o site do Grupo de Trabalho do UASF.

Qual será o futuro do Bitcoin? Deixa sua resposta abaixo!!!

Comentários